quinta-feira, junho 29, 2006

A única coisa em que penso agora!!!

Viver é lutar contra as enfermidades,
amar o intocável para evitar a dor da perda,
levar na algibeira apenas as saudades,
de um tempo que nem sequer foi embora – pois não veio!
E entre passos solitários e soluços alternados
viver embriagado de quimeras mil.
Tocar as estrelas com a alma
e sentir enlaçar-se por uma dor terna,
áspera de uma bruma invisível aos sentidos,
casta como as luz dos olhos que se viu.
E perder-se no âmago cáustico a candura,
exalando o feno da castidade insana
Gerada pela dor acre de uma ura

sexta-feira, junho 23, 2006

INÍCIO DA OFICINA OPERÍSTICA!!!

Como disse Marcolini, a vida é uma ópera! E eu venho deixar aqui a partitura dessa "grand ópera"! Que os instrumentos sejam afinados e os cantores estejam de prontidão! A partir deste, momento as cortinas se abrem!!!